O Projeto Arte e Cidadania, com início em 2006, amplia o repertório educacional através das artes plásticas. Aliada a vivência da prática de pintura e das aulas teóricas de arte os alunos são incentivados a desenvolverem a criatividade e despertarem um olhar mais autônomo da realidade.
E os professores são capacitados dentro de uma nova metodologia de ensino da arte em sala de aula.

Apresentação do Projeto

Porque a arte?

“Ler, compreender, refletir, expressar e fazer”.

Por transmitir uma experiência de vida ou uma visão de mundo, despertando emoção em quem a usufrui.

Por possibilitar a criação humana de valores estéticos (beleza, harmonia, equilíbrio), que sintetizam suas emoções, sua história, seus sentimentos, sua cultura.

Por potencializar o diálogo permanente entre o homem e o mundo, por meio de linguagens que interagem entre si, transformando-se constantemente.

A arte é um instrumento de comunicação fundamental. Nela, não só dialogamos as subjetividades, aprendendo a conhecer o outro e a nós mesmos, como desenvolvemos a percepção, a criatividade, a estética, além de aperfeiçoarmos o olhar sobre mundo em que estamos inseridos.

Acreditando num sistema de ensino interessado em investir nas potencialidades do ser humano para a formação de uma sociedade melhor o Projeto Arte e Cidadania nasce da iniciativa do Instituto de Responsabilidade e Investimento Social – Iris de promover a educação pela arte na rede pública de ensino.

Objetivo

PORQUE EDUCAR PELA ARTE?

“A área de artes amplia o entendimento e a atuação dos alunos diante dos problemas vitais que estão presentes na sociedade atual.”

  • A Arte é um grande aliado da Educação e pode servir de base para trabalhar valores éticos para desenvolver e despertar as capacidades criadoras.
  • A Arte – Educação possibilita o conhecimento multidisciplinar necessário para o desenvolvimento do potencial criativo
  • A Arte –Educação instrumentaliza o aluno a perceber a sua realidade cotidiana, reconhecendo e decodificando as formas, os sons, os gestos e os movimentos ao seu redor.
  • A Arte -Educação oportuniza ao aluno uma melhor compreensão da sua identidade e participação na sociedade.

O Projeto Arte e Cidadania tem como princípio educar o olhar da criança para a estética não só dos elementos artísticos mas do cotidiano, estimulando a criatividade para outras atividades, fazendo com que ela se valorize enquanto ser capaz de produzir e se expressar enquanto indivíduo e cidadão no mundo.
O aluno é levado a conhecer a história da arte, refletir crítica e esteticamente sobre as obras de artistas renomados e produzir trabalhos plásticos, ampliando o repertório visual, histórico, cultural, crítico e social.

Justificativa

A deficiência da arte e da filosofia no ensino público desumaniza a educação. A criança e o jovem passa a carecer de estímulos ao desenvolvimento de sua autonomia e sua individualidade enquanto ser ativo no mundo. Sem conhecer suas potencialidades a auto-estima fica comprometida e pior será a sua capacidade de resolver problemas e superar suas deficiências na vida futura.

Ouvir e ser ouvido, expressar as suas potencialidades criativas e ter o reconhecimento de sua produção é fundamental para a formação de uma criança. Para uma educação plena e de qualidade, que frutifique no aluno o valor em si mesmo para caminhar com segurança e independência prescinde uma pedagogia eficaz, na qual a criança seja estimulada e amparada por todo o percurso.

Metodologia aplicada

O QUE É O ARTE E CIDADANIA?

  • É contribuir na formação do cidadão.
  • É transformar o sujeito aprendiz em um cidadão crítico.
  • É abrir perspectivas para que o aluno tenha uma compreensão de mundo na qual a dimensão poética esteja presente.

O Projeto trabalha a arte como um processo pedagógico detalhando não só o estudo estético e o fazer artístico, como o aprendizado das vidas e obras dos artistas estudados e a relação das suas produções com outras áreas do conhecimento.

Na prática, são apresentadas as obras em sala para a apreciação e as biografias de seus autores atreladas a diferentes linguagens artísticas (cênica, musical, mímica e cinematográfica) associadas para que o contato torne-se motivador e oportunize as crianças ampliar seu universo expressivo.

Após a apreciação das imagens e da leitura das histórias biográficas, o público é incentivado a elaborar produções plásticas de autoria e de interferência (releituras), em oficinas direcionadas ou livres. Uma maneira agradável de desmistificar o papel puramente tecnicista e secundário da arte.

A valorização e o resgate da cultura local, através do contato com artistas e sua produção artística-artesanal, vale como instrumento de aproximação e conscientização sobre a importância da preservação da memória cultural.

O Projeto também realiza visitas a museus, galerias de arte, feiras de artesanato e outros espaços culturais onde os jovens apreciam e socializam suas experiências e questionamentos.

Ao final do Projeto as crianças têm suas produções expostas numa galeria de arte ou espaço cultural com divulgação através da mídia para que a comunidade tenha a oportunidade de apreciar as obras, conhecer e socializar-se com os participantes (protagonistas) do Projeto.

Etapas

  1. Mobilizar os professores
  2. Adequar os conteúdos de arte-educação aos planejamentos pedagógicos
    da instituição
  3. Capacitar os professores envolvidos no Projeto
  4. Promover palestras e seminários para os professores participantes do Projeto
  5. Proferir aulas de arte para os alunos
  6. Fazer com que os professores apliquem as intervenções de arte
  7. Observar a aplicação das intervenções nas rodas de apreciação e oficinas
  8. Estimular a criação de novas técnicas artísticas fornecendo material para os
    professores
  9. Levar os alunos e professores ao cinema, teatro ou museu e desenvolver oficinas de arte a partir dessas visitas.
  10. Avaliar o resultado conseqüente do Projeto Arte e Cidadania na instituição e na comunidade

Avaliação

O método avaliativo abrange professores e alunos. Observações positivas e entrevistas com os estudantes sobre o desempenho do professor são acompanhados através de relatórios periódicos. Os alunos são avaliados pela freqüência, interesse, notas e conceitos escolares.

O crescimento argumentativo e a análise crítica das crianças são avaliadas em atividades práticas em sala. A participação dos pais e a leitura dos livros adotados pelo programa por parte dos educadores e das crianças também é observado nos relatórios.

Atividades desenvolvidas

Atividades extra-classe são realizadas durante todo ano em museus, teatros e  cinemas como proposta de enriquecer o repertório artístico dos alunos, conhecer os centros culturais de Salvador, e promover trabalhos interdisciplinares.

Foram desenvolvidos cartões de natal pelos alunos dos Projetos Arte e Cidadania juntamente com o de Viagem à Literatura Infanto Juvenil no ano de 2006.