Criado pela Associação de Remo Salvador (ARS) EM 2006, o Remo Sem Fronteiras é um projeto social que promove prática gratuita de Canoa Havaiana, Stand Up Padle, Remo Tradicional e do Remo Adaptado para crianças, jovens e pessoas com deficiências, nas comunidades da Gamboa de Baixo, Preguiça e Pituaçu.

O IRIS é parceiro do Remo sem Fronteiras na gestão pedagógica e captação de recursos do projeto.

Nós do instituto Iris, há 20 anos, temos como missão promover a formação política e cidadã de indivíduos e organizações para a construção de uma sociedade mais justa e sustentável.

Através do projeto Remo Sem Fronteiras, buscamos efetivar os direitos humanos, estimular a participação cidadã e democratizar o acesso ao esporte de remo a 150 crianças, jovens, adultos em situação de vulnerabilidade social e pessoas com deficiência.

Iniciado em 2006 em comunidades de Salvador, o Projeto Remo Sem Fronteiras trabalha simultaneamente com os quatro pilares da educação: aprender a aprender, aprender a ser, aprender a conviver e a aprender a fazer. Na categoria Remo adaptado, o Remo Sem Fronteiras já envolveu cerca de 50 atletas que, ao longo desses 9 anos, representaram o projeto em eventos nacionais e internacionais.

Para qualificar estes 150 jovens e crianças, promover a transformação social e contribuir no processo de reabilitação de pessoas com limitação física, precisamos de uma equipe operacional, fardamentos, alimentação e equipamentos, por tanto os valores arrecadados servirão para aumentar a quantidade de equipamentos para a prática do Remo, manter a equipe operacional, oferecer alimentação de qualidade aos alunos e, com isso, aprimorar e expandir amplamente nossas atividades para o maior número possível de pessoas, focando nas comunidades de alta vulnerabilidade social da cidade.

Para dar continuidade nas atividades do projeto em 2019 e nos anos que se seguem, contamos com o seu apoio.

TODOS PELO REMO SEM FRONTEIRAS.