Instituto IRIS, CEERT e Fopir discutem o Genocídio da Juventude Negra e Políticas Afirmativas no Fórum Social

14 de março de 2018

O Instituto IRIS, Fundo Baobá, CEERT e Fopir realizam a Mesa Aberta “Ação e Reação: Genocídio da Juventude Negra x Políticas Afirmativas” na qual serão discutidas a denúncia do Fopir sobre o genocídio da juventude negra apresentada a ONU e seus desdobramentos, além da apresentação Projeto Ori, política afirmativa que ofereceu curso de Gestão Cultural para 250 jovens da Bahia, e outras políticas afirmativas localizadas e regionais.

A atividade é integrante do Fórum Social Mundial e irá acontecer nesta quinta-feira (15), às 15h, no PAF 3, sala 107, no Campus de Ondina da UFBA.

Estarão presentes a Superintendente do Instituto IRIS, Lila Lopes, o professor Doutor Hélio Santos, Presidente do Fundo Baobá, Giselle Santos, mestre e historiadora do CEERT, e Daniel Teixeira, advogado do Fopir.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someonePrint this page