Doe seu Imposto de Renda para o Projeto Remo Sem Fronteiras

19 de julho de 2019

Nossa história

Iniciado em 2006 em comunidades de Salvador, o Projeto Remo sem Fronteiras já possui grandes resultados ao longo da sua existência.

– Durante os quatro primeiros anos o projeto REMO SEM FRONTEIRAS realizou as aulas no Dique do Tororó.

– A partir de 2010, o raio de abrangência do projeto foi ampliado para a Lagoa de Pituaçu, envolvendo alunos das comunidades próximas a essa região.

– Em 2013 as ações foram iniciadas também na Gamboa de Baixo.

 

Ao longo da sua existência, o projeto já formou cerca de 150 alunos e participou de competições nacionais e internacionais, na categoria remo adaptado trouxe a primeira medalha paraolímpica para o Brasil, em 2008, nas Paraolimpíadas de Pequim.

Devido às particularidades de cada comunidade, foram escolhidas as modalidades a serem abordadas em cada polo. 

Pituaçu: as aulas acontecem na Lagoa do Parque Metropolitano de Pituaçu. Por ser uma reserva ambiental, as aulas são de Remo Olímpico, focando ainda na acessibilidade das pessoas com deficiência. 

Gamboa de Baixo: o mar facilita a prática da Canoa Havaiana, que estimula o trabalho em equipe, e do Stand Up Paddle, focado na concentração e desempenho individual. 

 

O acompanhamento pedagógico é realizado por uma equipe multidisciplinar composta pela Coordenação social e pedagógica, professores e monitores. O Instituto Iris inscrito e ativo nos Conselhos Municipais da Criança e do Adolescente (CMDCA) e no Conselho Municipal de Assistência Social de Salvador (CMASS) é responsável pela gestão pedagógica do projeto, sendo uma organização da sociedade civil que atua em Salvador há 20 anos com projetos de transformação social.

O PROJETO atualmente, visa remar rumo a um sucesso ainda maior, vencendo limites, ultrapassando obstáculos que para muitos são intransponíveis, tornando-se verdadeiramente, SEM FRONTEIRAS e para isso precisa da sua AJUDA!

 

Até o dia 30 de abril, toda pessoa que fizer a declaração de IPRF ou IPRJ no MODO COMPLETO poderá destinar respectivamente, 6% e 1% do imposto devido ao Fundo da Criança e do Adolescente (FMDCA) e doar parte deste valor ao projeto “Remo Sem Fronteiras” administrado pelo Instituto Iris. O percentual doado será abatido no valor devido a Receita Federal.

Conheça o passo a passo para fazer a sua doação:

1-  Abra o programa ou aplicativo da declaração IRPF ou IRPJ 2019;

2-  Dentro de “resumo da declaração” selecione: “doações diretamente na declaração – ECA”;

3-  Selecione o tipo de fundo: Municipal;

4-  Selecione a UF: BA;

5-  Selecione o município: Salvador;

6-  Escolha o valor da doação: o próprio sistema da receita irá calcular qual o valor que poderá ser doado;

7-  O sistema irá gerar um DARF que deve ser pago até o dia 30 de abril;

8-  Envie um e-mail para fmdca.spmj@salvador.ba.gov.brfmdcasalvador@gmail.com e adm.financeiro@institutoiris.org.br informando os seus dados e o comprovante de pagamento para solicitar a destinação da doação para o projeto “Remo Sem Fronteiras” administrado pelo INSTITUTO IRIS.